BAGUETE – Big Data vira política pública no Rio

24Sep

BAGUETE – Big Data vira política pública no Rio

Leandro Souza // quarta, 24/09/2014 13:20

A Prefeitura do Rio de Janeiro passou a apostar no Big Data para conhecer melhor as demandas de suas população e auxiliar o poder executivo a tomar as melhores decisões para o município.

O programa, chamado “Pensa – Sala de Ideias”, foi criado pela secretaria de Casa Civil da prefeitura e consiste num grupo multidisciplinar formado por servidores públicos que ganharam destaque em projetos de liderança e doutores e pós-graduados em análise de dados e ciência da computação. A informação é do Convergência Digital.

Coordenado por Pablo Cerdeira, professor da Fundação Getúlio Vargas e cientista de dados, o grupo usa o conceito de Big Data para gerar relatõrios diários com informações estruturadas e não estruturadas coletadas sobre assuntos pertinentes à prefeitura.

De acordo com Cerdeira, a partir do programa foi possível identificar, por exemplo, regiões e horários em que há uma ocorrência maior de acidentes de trânsito. Outras questões, como políticas de combate à dengue também foram auxiliadas pelos relatórios gerados pelo programa.

“Encaminhamos um relatório sobre a área de maior ocorrência de acidentes para a CET-Rio, que poderá tomar as devidas precauções em ações conjuntas com outros órgãos municipais para reduzir essas ocorrências. Também trabalhamos para identificar os pontos de maior incidência de dengue e verificamos uma área na Zona Oeste em que havia muitas escolas ao redor. Enviamos, então, o material para as secretarias municipais de saúde e educação, a fim de que fossem tomadas as medidas necessárias”.

Outro exemplo citado pelo coordenador foi o uso de dados de aplicações como o Strava, que reúne rotas de corrida ou pedaladas compartilhadas por usuários de redes sociais, para acompanhar os pontos mais utilizados na cidade e investir na preservação e segurança nas ciclovias.

No ano passado, a prefeitura já tinha ensaiado o uso do Big Data, ao adotar em seu Centro de Operações Rio (COR) o Waze, app de GPS social que oferece informações de tráfego em tempo real, com colaboração dos usuários.

Com o aplicativo, disponível para Android e iOS, o plano foi estimular a comunidade de usuários a trabalhar juntos para melhorar as condições do trânsito na cidade, criando planos operacionais de trânsito feitos pela prefeitura e o COR.

Originalmente publicado aos 24.09.2016 em: http://www.baguete.com.br/noticias/24/09/2014/big-data-vira-politica-publica-no-rio

Leave a Reply