Como o uso massivo de dados já afeta nossa sociedade, palestra no III ArTecnologia – Museu de Arte do Rio – MAR

21Nov

Como o uso massivo de dados já afeta nossa sociedade, palestra no III ArTecnologia – Museu de Arte do Rio – MAR

No próximo sábado, dia 26.11.2016, terei o prazer de falar no III ArTecnologia – Simpósio Internacional sobre Tecnologias e Cultura Contemporânea, no Museu de Arte do Rio, o MAR.

Tratarei de como o uso massivo de dados já afeta nossa sociedade, impactando inclusive nosso conceito de democracia. Em uma sociedade acostumada a respostas customizadas e em tempo-real, o que esperar da relação pessoas, dados e governos.

O III ArTecnologia – Simpósio Internacional sobre Tecnologias e Cultura Contemporânea é um simpósio internacional que se propõe a discutir acontecimentos, episódios, objetos, temáticas e problemas que impliquem formas de apropriações das tecnologias na contemporaneidade, quando seus usos se tornaram tão intensamente disseminados e ubíquos que se tornam parte imperceptível das práticas sociais, como o ar, como a língua, como costumes, enfim, como a própria cultura. Nessa dimensão das relações entre sociedade e conjunto tecnológico, quando este se torna parte do próprio ambiente, um dos pontos a ser destacado pelo simpósio é, exatamente, a não percepção dos próprios usos das tecnologias, assim como de seus possíveis efeitos.

Terei o prazer de dividir a mesa no sábado com Ricardo Dal Farra, que é compositor, artista, curador e historiador, especializado em artes eletrônicas, e com André Lemos, Professor Titular da Faculdade de Comunicação da UFBA.

Também participam do evento Larry Birnbaum (Professor de Ciência da Computação e de Jornalismo na Northwestern University, Chefe da Divisão de Informática do Departamento EECS da Northwestern e Co-Diretor de seu Laboratório de Informação Inteligente), Fausto Fawcett (escritor e compositor formado em Jornalismo pela PUC do Rio de Janeiro), Arturo Colorado Castellary (Catedrático da Universidade Complutense de Madri, especialista em arte visual contemporânea, patrimonio e comunicação), Isidro Moreno Sanches (fundador e co-diretor do grupo de investigação Museum I+D+C, da Universidade Complutense de Madri), Paulo Sá (historiador vinculado aos Museus Castro Maya que integram o Instituto Brasileiro de Museus do Ministério da Cultura), Leonardo F. Nascimento (professor da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB) e membro do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UFBA), Demi Getschko (engenheiro eletricista com mestrado e doutorado pela Escola Politécnica da USP, e o primeiro brasileiro a figurar no Hall da Fama da Internet para a categoria “Conectores Globais” por seu “papel chave no estabelecimento da primeira conexão de internet no Brasil”, durante cerimônia realizada em Hong Kong pela Internet Society), Luciana Corrêa (Mestre em Comunicação e Práticas de Consumo pela ESPM) e Carlos Affonso (Diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro – ITS Rio).

Para inscrições, utilize este link.

Leave a Reply